10 lugares para conhecer em Socorro, interior de São Paulo

Nós sempre nos sentimos um pouco limitados na hora de viajar, pois não gostamos de deixar nossas filhas caninas (a Brahma e a Judith) em hotelzinho, ou sozinhas em casa em viagens curtas. Comecei a procurar destinos que sejam pet friendly e que ao mesmo tempo proporcionem bastante contato com a natureza – acabei me deparando com Socorro, no interior de São Paulo.

Socorro fica a 135 km da cidade de São Paulo, na Serra da Mantiqueira. Está a alguns poucos quilômetros da divisa com Minas Gerais, e após uma rápida pesquisa na internet descobri que a cidade reúne diversas atividades de aventura e ecoturismo, grande parte delas dentro de parques muito bem estruturados.

Nós alugamos uma casa na Estrada Municipal do Oratório, a +/- 15km do centro da cidade; uma região bem gostosa, com muita natureza e uma vista de tirar o fôlego – ótimo para quem quer dar um tempo no agito.

Estes são os lugares que conhecemos, e vamos dividir nossa experiência aqui com vocês.

  1. PARQUE DE AVENTURA MONJOLINHO

Para entrar no parque é cobrada uma taxa de R$ 15,00 por pessoa, sendo que R$ 10,00 são consumação no restaurante local ou em atrações específicas. Uma vez dentro do parque existe um espaço gostoso para passar o dia, e a empresa Mundaka é responsável por oferecer alguns serviços guiados. O passeio de quadriciclo custa R$ 180,00 para 2 pessoas com direito a parada para banho em uma cachoeira, enquanto a Trilha das Cachoeiras custa R$ 69,00 por pessoa com duração de 2 horas e 3 paradas para banho ao longo do caminho. A trilha é pet friendly, mas saiba que ela é de dificuldade moderada e pode exigir certo esforço para levantar ou descer seu cãozinho.

2. NASCENTES RESTAURANTE (PARQUE AUI MAUÊ)

Decidimos almoçar no restaurante do Parque Aui Mauê por indicação de um morador da região. Antes da pandemia era disponibilizado o serviço de buffet, e atualmente existem opções de prato executivo no cardápio, com salada de folhas a vontade. Enquanto você almoça, é possível admirar a vista para o lago, onde o parque oferece atividades como caiaque e standup.

3. CACHAÇARIA SANTO MÉ

A poucos metros do Parque Aui Mauê está a Cachaçaria Santo Mé – lá vocês poderão degustar até 5 tipos de cachaças diferentes. Não achamos que seja uma atividade indispensável, mas as mesinhas externas proporcionam uma vista bem bacana.

4. MIRANTE DA PEDRA BELA VISTA

Esse era o lugar que a gente mais queria conhecer! As fotos no Instagram chamaram muita nossa atenção, e assistir o pôr-do-sol do mirante era nosso principal objetivo. Infelizmente o tempo estava muito fechado, então deixamos para ir mais a noite para talvez jantar lá. O lugar é lindo, cheio de luzes, mas a cozinha tinha acabado de encerrar – o pessoal foi super bacana e deu um voucher pra gente voltar lá no dia seguinte 🙂

De dia a vista da cidade é bem bacana…além do mirante é possível fazer algumas atividades, como rapel, slackline, e também experimentar o pan de palo: uma receita peruana de pão que a massa é enrolada em um cabo de madeira, e é assado em uma fogueira ou churrasqueira – o recheio pode ser doce ou salgado. Achamos um pouquinho caro, então acabamos não experimentando.

5. JOTA BAR

Procuramos uma opção de lugar mais agitadinho para jantar, e tivemos a felicidade de encontrar o Jota Bar, um dos barzinhos mais bem avaliados no TripAdvisor; o centro é bem agitado então demoramos um pouquinho para encontrar vaga…mas valeu a pena! Experimentamos um vinho local com jabuticaba, combinado com uma Ecobier e acompanhado de um prato delicioso chamado Casarão do Gui (proteína + arroz + farofa + creme de catupiry) – o valor varia de acordo com a proteína entre R$ 23,00 e R$ 30,00 para uma pessoa.

6. PRAÇA DA MATRIZ

Como visitamos a cidade na época de Natal, estava tudo muito enfeitado e a Praça da Matriz estava linda de morrer! Ela fica a poucos passos do Jota Bar, então terminamos de jantar e caminhamos até lá para ver as luzes e o Papai Noel de 12 metros de altura, que foi construído com +100 mil fundos de garrafas pet.

7. GRUTA DO ANJO

Tentamos visitá-la no primeiro dia, mas choveu muito e não era possível subir a ladeira com o carro – dispensamos a subida a pé rs voltamos no dia seguinte. Nós pagamos R$ 30,00 por pessoa (+R$ 3,00 da taxa do cartão de crédito), subimos com o carro e do estacionamento até a entrada da gruta são pouquíssimos passos. É possível explorar somente uma parte dela a pé; o restante do percurso é feito através de um pedalinho, que você não precisa pagar nada para usar.

Confesso que esperávamos mais da Gruta…algumas coisas que não nos agradaram: tem uma espera de aproximadamente 20 minutos na fila para poder usar o pedalinho (muita gente sem máscara, sem respeitar a distância mínima de segurança), além disso vimos carpas na água que com certeza não nasceram ali (não achamos muito legal este tipo de intervenção humana).

8. MIRANTE DO CRISTO REDENTOR

Fica bem próximo do centro da cidade, o acesso é bem fácil e não precisa pagar nada para visitar. Os arredores são muito bem cuidados, tem banheiro e um café que oferece alguns salgados, bebidas e souvenires. Único ponto de atenção é que o estacionamento é pequenininho, então dependendo do número de visitantes você pode ter dificuldade para estacionar. A vista é um espetáculo e vale muito a pena conhecer!

9. FEIRA DE MALHAS

Existem várias feiras de malhas, cheias de lojas com muitas opções para comprar roupas de todos os tipos. A gente acabou ficando com preguiça de visitar, mas é uma das atrações mais visitadas na cidade.

10. RESTAURANTE PITAUÁ

Nós encerramos nossa visita à cidade de Socorro no Restaurante Pitauá – além do restaurante, tem um pesqueiro e uma lojinha com produtos locais a venda.

Almoçamos isca de tilápia por R$ 39,00 (serve super bem 2 pessoas) + arroz R$ 8,00 + feijão R$ 12,00 + salada simples R$ 12,00 (total de R$ 71,00). Coloquei os preços pois ficou mais barato que os pratos mais elaborados que são oferecidos no cardápio, que custavam a partir de R$ 85,00 para 2 pessoas. É também cobrado um couvert artístico pois tem música ao vivo. Achamos que valeu super a pena.

Achamos Socorro uma cidade muito bacana para quem quer curtir com tranquilidade e estrutura atrações de aventura e ecoturismo, além de definitivamente ser um destino pet friendly – vimos muita gente com seus cachorros em barzinhos, nos parques de aventura e até na trilha das cachoeiras, o que achamos um super diferencial da cidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s