Hola, Bogotá!

09/04/2016 – Sábado

Cheguei do Sudeste Asiático na quinta-feira, dia 07/03 a noite. Passei a sexta-feira inteira organizando minhas coisas: descarregando fotos, arrumando as minhas anotações, meus gastos, arrumando minha mala para a próxima viagem…agora com o Felipe 🙂

Embarcamos de manhã em um vôo direto para a Colômbia. A fila da imigração estava um pouco grande, então tomou um tempinho para sermos liberados.

Bogotá nos recebeu com um belo dia de calor e neblina. Depois de passar tanto calor na Ásia, a neblina me pareceu o paraíso rs. Pedimos um Uber (que por sinal, funciona muito bem em Bogotá), e seguimos para o nosso hostel em La Candelaria. O aeroporto fica um pouco distante, mas como era horário de almoço não pegamos muito trânsito.

Logo chegamos no Hostel Masaya. Fomos muito bem recebidos pela recepcionista, que nos cedeu um mapa e deu dicas de alguns tours que acontecem diariamente ali no bairro e são de graça! Pegamos um quarto privativo por USD 45 a diária (um pouco salgado; existem opções mais em conta) – o quarto e banheiro eram bem espaçosos mas encontramos algumas manchas no edredom e o colchão afundava demais. Não tinha ar condicionado (o clima não exige um), a internet funcionava super bem e o café-da-manhã era muito bem servido.

Saímos para conhecer os arredores – trocamos dinheiro em uma casa de câmbio, almoçamos em um restaurante local chamado Ricasole, e caminhamos até o Museo del Oro.

Antes mesmo de confirmar nossa vinda à Colômbia, um colega já tinha dito que o Andres Carne de Res é imperdível! É um restaurante, com clima de pub e regado a reggaeton, salsa e vários outros ritmos colombianos. A decoração é totalmente peculiar – toda feita de material reciclado, possui pista de dança, mesas próximas e mais distantes da bagunça. Apesar da facilidade de chegar na unidade de DC, vale muito a pena conhecer a de Chía – foi mais ou menos 1 hora de Uber até lá. Lembre-se de fazer a reserva com antecedência pelo site pois as vagas são disputadíssimas, e não esqueça de prepara o bolso já que comidas e bebidas são mais caras – o ambiente compensa!

Pouco depois da meia-noite chamamos o Uber para retornar para Bogotá. Tanto ida como volta ficou por volta de USD 15 a USD 20 a corrida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s