A despedida de Hoi An, e chegada em Hanoi

01/04/2016 – Sexta-feira

Como eu tinha planejado na noite anterior, acordei cedo para comprar os meus abajures! Fui a pé, para curtir minhas últimas horas em Hoi An; era 9 horas da manhã e o sol ainda estava tímido – como todas as manhãs em Hoi An.

Chegando lá, as lojas ainda estavam fechadas. Provavelmente porque ficam abertas à noite até bem tarde. Sentei em um café na frente da loja que eu queria fazer as compras – no Vietnã, é muito comum ver somente homens sentados nos cafés (mulheres são minoria, pois eles vêem com maus olhos mulheres que ficam sentadas no café, fumando e bebendo) – uma cultura bem diferente da nossa! Não julgo, e acho interessante aprender a lidar com este tipo de diferença cultural. Enfim, só por volta das 10h30 a loja estava aberta e montada.

Os abajures menores custavam 15.000 dongs (cerca de USD 0,70) e os de tamanho médio custavam 60.000 dongs (aproximadamente USD 2,70). Eu comprei vários e ela me deu um descontinho miséria de 2 dólares. Mas eu saí feliz da vida!

Na volta para o hotel me apaixonei por uma calça. O rapaz ficou de ajustar e me levar no hotel, então tomei um banho e fiquei esperando.

O meu vôo de Da Nang para Hanoi atrasou, então o pessoal do Eden Homestay fez a gentileza de deixar eu fazer o check-out um pouco mais tarde. Novamente, muito solícitos e atenciosos.

Saí para almoçar e logo o rapaz veio me entregar a calça e deu o horário de ir para o aeroporto – peguei um carro privado por USD 15 que o hotel providenciou pra mim (com taxímetro, sairia USD 20). A grande vantagem também foi que ele não tentou fazer com que eu pagasse os 10.000 dongs que todo taxista que vai ou sai do aeroporto tenta fazer a gente pagar.

Além de terem adiado o horário do vôo das 14hs para as 17h20, o vôo ainda sofreu atraso e saiu de Hanoi só às 18h20. Ele pousou perto das 20hs, e logo peguei um táxi. O cara me deixou no Old Quarter, na entrada da rua onde supostamente estaria meu hotel. Tentou me dar meia dúzia de explicações na língua dele, que obviamente não entendi nada. Resolvi descer logo do taxi e seguir até o hotel; achei ele bem rápido – A Dong Hotel.

Já era 21 horas e eu só queria tomar um banho e dormir; mas eles não estavam achando minha reserva, apesar de eu ter a confirmação do site – foram bem solícitos, identificaram que foi um problema de comunicação entre o site e o sistema deles, e disseram que iam me levar em um hotel próximo sem custo. Gostaria que isso tivesse acontecido…do nada, apareceu um quarto disponível. Os proprietários (que foram super gente boa comigo desde o início) que me desculpem…mas foi o pior hotel que eu já fiquei na minha vida. Paredes emboloradas, um cheiro insuportável de mofo, lençol sujo, banheiro sujo…não podia ser pior! Eu tive que relevar bastante para não sair procurando outro hotel ou até mesmo um hostel, mas como eu faria checkout as 7 da manhã do dia seguinte (porque fechei Halong Bay), resolvi não arriscar e parar em um lugar pior – se é que isso era possível.

Jantei um lanche bem meia boca e caro pra caramba. Voltei rápido pro quarto pois estava chovendo, e no dia seguinte o ônibus ia me buscar às 8 horas da manhã no hotel.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s