Patara Elephant Farm, em Chiang Mai

07 de Outubro de 2015 – Quarta-feira

Este era o segundo dia mais esperado da viagem (o primeiro, era conhecer o Templo Branco – Wat Rong Khun); finalmente passaríamos o dia todo rodeados de elefantes!

Depois de muita pesquisa, e com receio de pagar por um passeio onde os elefantes sofrem maus tratos, decidimos visitar o Patara, em Chiang Mai.

No site (clique aqui para entrar no site) você pode ler mais detalhes dos pacotes que eles oferecem, mas este lugar apresentou vários diferenciais que me convenceram a viver a experiência: você não somente monta o elefante, mas passa o dia como um cuidador dele; a caminhada em cima do animal é feita sem nenhuma estrutura que torna a minha jornada mais confortável, e nem a dele mais dolorosa; é bem mais caro que a grande parte dos passeios (isso não garante nada, mas…aumenta a probabilidade de não ser uma furada).

O maior diferencial é que você faz a reserva com eles através do e-mail. Com a confirmação que eles te enviam, você já tem um dia agendado para a visita. O pagamento é feito no dia, com dinheiro – ufa, menos taxas abusivas para pagar em transações internacionais no cartão de crédito; e se você tiver algum imprevisto ou mudar os planos, é só informa-los por e-mail que a reserva é cancelada sem custos.

O custo é de 5.800 bahts por pessoa, onde estão inclusos: van do hotel até o Patara, um almoço super completo na folha de bananeira e um dvd com fotos e vídeos que eles mesmos tiram para que você aproveite 100% da experiência sem se preocupar em perder bons ângulos.

A van passou no hotel pouco antes das 7hs da manhã, e seguimos com mais um casal até o local. Interagimos 1 hora com alguns elefantes, e depois subimos uma super montanha para começar o dia. Como era baixa temporada, o nosso grupo tinha só 4 pessoas: eu, o Felipe e um casal de espanhóis, que pegou a van com a gente.

Eu fiquei com uma elefante que estava prenha e seu filhote, e o Felipe ficou com uma elefante e um filhotão maior. Eles eram super bonzinhos. Alimentamos eles, limpamos a nuca para podermos montar e aprendemos alguns comandos básicos em tailândes. O dia estava uma delícia até montarmos nos elefantes. Apesar de não ter nenhuma estrutura para sentar, a trilha em si é muito pesada; é 1 hora no meio da mata com vários barrancos e que eu não achei tranquilo fazer. O elefante quer parar para comer a todo momento, mas os cuidadores que nos acompanham não deixam.

No fim da trilha já era hora de almoçar. E QUE ALMOÇO! Muito bem preparado e só com coisas típicas. Descansamos uns minutinhos mas logo já era hora de dar banho nos elefantes no rio.

07.039

Depois disso, voltamos ao ponto de apoio para nos trocar, pagamos e a van nos deixou de volta no hotel.

O dia foi muito legal, uma experiência única, e apesar de caro vale super a pena e recomendo. Só não achei legal a trilha, ela é muito extensa e cansativa para os elefantes.

Depois de uma esticada na cama e um bom banho, saímos em busca de um lugar pra jantar. Andarilhando fora das muralhas, encontramos uma rua super agitada (Loi Kroh Road), cheia de barzinhos e restaurantes. Jantamos um hambúrguer e voltamos para dormir.

07.055
Jantar no Rock Me Burguer

 

 

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s