Florença, o tempo nunca é suficiente!

Esta é a cidade mais charmosa que eu visitei na Europa. Em cada quarteirão tem alguma coisa interessante que te obriga a parar e gastar tempo observando/admirando.

Antes de entrar em Florença, paramos em um viewpoint (Piazzale Michelangelo) para uma vista panorâmica da cidade. Normalmente a impressão que eu tenho quando vou em viewpoints é de que tem um monte de construção lá embaixo, que eu não faço idéia do que é. Não foi o caso. Você consegue ver os principais edifícios, e por algum motivo que não sei explicar, Florença me cativou a partir dali. É uma das vistas mais lindas que eu presenciei na minha vida.

Descemos e fizemos um tour a pé, parando nos principais pontos da cidade. Já de cara paramos na Catedral Santa Maria del Fiore (Duomo di Santa Maria del Fiore). É a catedral mais bonita que eu já vi, cheia de detalhes e tão grandiosa que mal coube no enquadramento da foto. Ela é tão grande, que comporta até 30 mil pessoas.

Continuando a caminhada, além de todos os detalhes ao longo do caminho, chegamos na Piazza della Signoria. Nesta praça pudemos ver o  Palácio Velho (Palazzo Vecchio), que hoje em dia é sede da prefeitura; a Loggia dei Lanzi (ou Loggia della Signoria), e dentro deste edifício ficam diversas estátuas com seus significados muito particulares (Perseus, Hercules, entre outros); a Fontana de Netuno, além de outras estátuas e edifícios ao redor da praça.

Depois, em uma rua próxima passamos pela loja do Gepeto, onde é possível comprar vários bonecos do Pinóquio.

 

Próximo dali, existe uma marca que menciona a enchente de 1.966 em Florença. Foi a pior inundação que aconteceu na cidade, onde em um dia caiu uma quantidade de água equivalente a um terço da média anual. A enchente destruiu o centro histórico da cidade, e todo o entorno do Rio Arno.

Descendo mais um pouco a rua (cheia de galerias e lojas para compras), chegamos à beira do rio e passamos pelo Museo Galileo, e ficamos sentamos na sombra dentro da Galeria Uffizi, observando as estátuas. De volta à caminhada, fomos até a Ponte Vecchio e atravessamos o rio por ela. É praticamente uma galeria a céu aberto, com várias lojas e abarrotada de gente.

Do outro lado, conhecemos o Pitti Palace mas logo voltamos todo o caminho para almoçar. Logo encontramos um restaurante supre gostoso na rua que leva até a Piazza della Signoria. Comemos 2 risotos que estavam ótimos!

No retorno, conhecemos a Basilica de Santa Maria Novella. Nos arriscamos a caminhar até a estação e pegar um ônibus até o hotel. Não demorou muito para desistirmos – o calor estava demais. Apelamos para o taxi, e logo estávamos no hotel.

Não dá para conhecer Florença em um dia. Nós vimos muita coisa, mas com pouca qualidade e deixamos muita coisa pra trás. Mais uma cidade para colocar na lista de “precisamos voltar”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s