Explorando Bogotá

10/04/2016 – Domingo

Tomamos café-da-manhã no hostel e estava ótimo! Logo começaria o Tour do Grafite, e saímos com destino ao ponto de encontro.

La Candelária é o bairro histórico de Bogotá; optamos por nos hospedar lá pois você consegue fazer quase tudo a pé…a desvantagem é que as ruas são um pouco sujas e com frequência você vai sentir aquele cheiro de xixi amanhecido. Os demais bairros também tem suas vantagens, principalmente de você busca vida noturna – Bogotá é regada a casas de salsa e e agitação.

Uma garoa forte ameaçou estragar o Tour, mas logo passou. O grupo se juntou, e o guia começou as explicações. Os grafites são sensacionais, cheios de significados e muitos deles foram feitos de comum acordo entre o grafiteiro e o proprietário, tanto para divulgar o comércio, quanto o trabalho em grafite. Muita gente famosa tem trabalhos expostos ao ar livre; fizemos inclusive uma parada para “almoçar” nossa primeira arepa! Estava uma delícia. O tour é de graça e no final você só paga uma “propina” se achar que valeu a pena.

Terminado o tour, fomos caminhando até o Mercado de Pulgas – viciados em barraquinhas de souvenir rs. Só que esse mercado era realmente um Mercado de Pulgas: variedade de tipos de produto, muitas coisas antigas e somente algumas barraquinhas com souvenirs. Valeu a visita para vivenciar mais a cultura local.

Seguimos nossa caminhada para o Montserrate. Sabíamos que estávamos muito próximos dele, mas nos alertaram que uma parte do bairro onde estávamos era perigosa e não era seguro andar por lá; decidimos a partir de certo ponto pegar um taxi – que raiva! A gente estava a 5 minutos da entrada…pois é, arregamos.

Lá você tem duas opções de subida: trem ou teleférico. Optamos por subir de teleférico para aproveitar a vista, e realmente é muito legal. Confesso que logo na chegada me deu um pouco de falta de ar por causa da altitude, mas logo passou e exploramos um pouco o topo de Montserrate. É muito bem cuidado e a vista de Bogotá é sensacional!

Estava bem nublado, então toda essa caminhada foi relativamente tranquila..até chegarmos no hostel e descobrirmos que estávamos praticamente com insolação rs o mormaço torrou nossa pele, ficamos super vermelhos! E a parte da viagem na praia nem tinha chegado ainda rs.

A noite tentamos encontrar um lugar diferente para jantar, mas era domingo então boa parte dos restaurantes estava fechada. Optamos por um restaurante próximo ao hostel, chamado El Gato Gris. Tomamos um vinho, jantamos uma massa bem gostosa e retornamos ao hostel para nos preparar para o dia seguinte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s