O Vale Sagrado dos Incas

28 de Março de 2013 – Quinta-feira

Nesta noite seguiríamos viagem para Puno, então fizemos o check-out no hostel (pois podíamos ficar no quarto até 10h30) e deixamos nossas malas em um quartinho trancado que eles têm para esta finalidade.

As ruas estavam muito vazias, até achamos entranho. Mas buscamos a explicação! O feriado de Páscoa deles é de 2 dias (quinta e sexta-feira). Então este dia era feriado!

A agência nos buscou 8h30 no hostel, e saímos com destino ao Vale Sagrado. Em 40 minutos chegamos no povoado de Q’orao, somente para fazer comprar e já voltamos ao ônibus. Logo estávamos em Pisac. A paisagem do sítio arqueológico é linda; também visitamos uma feirinha bem grande e uma loja que produz prata 950. Um pouco cara, mas legal de ver.

O ônibus parou em Urubamba para almoçarmos. Fiquem atentos pois eles te induzem a pensar que vc deve almoçar em determinado restaurante (sendo que é você mesmo quem vai pagar), mas existem algumas opções. Então desça do ônibus com calma e escolha o que mais apetecer.

Até então na minha opinião o passeio não tinha valido nem um pouco a pena. Até chegarmos em Ollantaytambo. De acordo com o guia, é o segundo lugar mais importante no Peru depois de Machu Picchu. O lugar realmente é lindo e as estruturas muito interessantes.

Depois de um tempo livre, iniciamos o retorno. Próximo a Cusco passamos em Chinchero (por volta das 18hs, já estava escuro) e assistimos a uma explicação de como eles tingem a lã e fazem as roupas típicas deles. Chegamos no hostel por volta das 20hs.

Como conclusão, hoje sempre que alguém me pergunta, eu aconselho a não perder tempo com este tour do Vale dos Incas. Esta é a dica de ouro do post: construa seu roteiro de forma que você vá até Ollantaytambo de trem, passe meio dia por lá, e depois pegue novamente o trem para Águas Calientes. Ajuda a otimizar o tempo, e você gasta seu tempo somente o que realmente vale a pena.

Combinamos de passar na agência do Sr. Florencio às 20h30 pra seguirmos nossa viagem para Puno. Buscamos nossas malas no hostel e fomos de encontro a ele. Pagou o taxi até a rodoviária, onde pegamos o ônibus das 22h30. A viagem foi de 7hs e fez MUITO frio no ônibus. Viajamos durante a madrugada, tentamos dormir um pouco e 5h30 do dia 29/03 estávamos em Puno.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s