A caminhada aos templos de Bangcoc

06 de Outubro de 2015 – Terça-feira

Neste dia não planejamos nada pois seguiríamos no final da tarde para Chiang Mai. Resolvemos acordar cedo para explorar a região dos templos, já que estávamos hospedados muito próximo da região.

Tomamos café-da-manhã no 7 Eleven de novo, e seguimos para lá. É uma boa caminhada, o tempo estava nublado e ajudou a dar uma quebrada no sol. Confesso que com o mapa que tínhamos ficou um pouco difícil de se localizar; com cara de perdidos e um mapa aberto na mão, logo um homem na rua começou a conversar com a gente. Disse que era professor e que naquele dia os templos estavam fechados pela manhã. Pegou nosso mapa e deu umas dicas de outros lugares para conhecer. Li muito sobre golpes dizendo que os templos fecham, mas para o nosso azar, de manhã os templos realmente estavam fechados para visitação. Não sei se realmente era feriado de Buda; mas sei que só podia entrar para fazer meditação.

Passamos pelo Grand Palace e o Wat Pho; avistamos o Wat Arun de longe do outro lado do rio. Foi uma longa caminhada em vão, mas que nos ajudou a planejar o roteiro de visitas no nosso retorno para Bangcoc.

Voltamos para o hotel fazer o check-out, pois tínhamos até 11hs para sair do quarto. Almoçamos em um restaurante pequeno próximo ao Burguer King e em seguida fomos negociar o taxi para o Aeroporto Don Mueang. Este é o segundo aeroporto de Bangcoc, mais antigo e tão longe quanto o Suvarnabhumi. Ainda era 14hs e nosso vôo era somente às 18h10. Isso ajudou na hora de negociar o taxi – pagamos 320 bahts, para um preço inicial de 500 bahts. Tanta antecedência também nos deixou menos preocupados com o trânsito absurdo que pegaríamos para chegar até o aeroporto.

Mesmo com tanto trânsito, chegamos muito cedo no aeroporto. Esperamos umas 3 horas até o horário do nosso vôo. Voamos pela Air Asia (1 hora de vôo), e foi bem tranquilo.

Chegando em Chiang Mai já era noite (por volta das 19hs), pegamos o taxi do aeroporto mesmo (160 bahts) para o hotel. Ficamos no Baan Montien, que eu super recomendo! Logo na entrada você precisa tirar seu sapato, e calçar o chinelo que eles deixam disponível para circular dentro do hotel. Não tivemos que deixar nenhum depósito caução, então deixamos as malas no quarto e já saímos para conhecer os arredores e jantar.

Sem título
Baan Montien

O nosso hotel ficava bem próximo da muralha que divide o centro da cidade dos demais bairros, e em uma caminhada de 10 minutos encontramos um restaurante para jantar. A noite em Chiang Mai é uma delícia, bastante gente nas ruas, mas um clima bem mais calmo do que Bangcoc.

Logo voltamos para o hotel pois no dia seguinte eu já tinha agendado por e-mail a visita ao Patara Elephant Farm.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s